Quarta, 25 de Maio de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

22° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Eventos
Eventos
Divulgação dos eventos no Piauí.
Cultura Incrições abertas
16/11/2021 08h22 Atualizada há 6 meses
Por: Francine Dutra

FestLuso traz oficinas sobre arte, corporeidade e tradições ancestrais

Duas oficinas marcam a programação do Festival de Teatro Lusófono – FestLuso 2021, que começa no próximo dia 22 e segue até dia 28 de novembro, em Teresina, reunindo espetáculos e outras atrações de artistas de Moçambique, Portugal e de alguns estados do Brasil. A Oficina “Corporeidades encantadas da Jurema Sagrada: Um corpo em estado de trânsito” é uma das atrações do Festival de Teatro Lusófono – FestLuso 2021. Será ministrada pelo pesquisador e multiartista Zé Viana Júnior, do Ceará, e pela pesquisadora, atriz e dançarina Liliana Matos (BA). A oficina é gratuita e acontecerá nos dias 24 e 25 de novembro, no Espaço Cultural Trilhos, das 9 às 12 horas.

Corporeidades encantadas da Jurema Sagrada é resultado do projeto de pesquisa de mestrado (PPGAC-UFBA) de Zé Viana Júnior, chamada CorpoCatimbó, que também dá nome ao espetáculo do cearense que será apresentado ao público durante o FestLuso. A oficina traz informações, conceitos e processos da arte centrada na tradição da Jurema Sagrada, de matriz indígena e afro brasileira, cujo nome é dado também a uma árvore da família das acácias, a uma bebida e a uma entidade.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

“A pesquisa CorpoCatimbó que embasa a oficina, se estrutura a partir da vivência da cultura da Jurema Sagrada, que é uma tradição, um modo de vida e um conjunto de práticas espirituais que se constitui como religião nordestina e é muito difundida no Nordeste em estados como Pernambuco, Piauí, Paraíba, Ceará, Maranhão e Rio Grande do Norte”, disse Zé Viana Júnior.

Continua depois da publicidade

A oficina irá compartilhar a poética de criação em arte desenvolvida pelos autores, a partir da cosmovisão da “jurema sagrada”, trazendo aos interessados temas como as energias, as histórias, a ‘poética catimbozeira’, transitando pela capoeira, o modo de vida dessa tradição afro-brasileira e indígena, voltada principalmente para artistas do corpo, dançarinos, atores, atrizes e performers. Além disso, para esta oficina, os participantes devem utilizar roupas leves e brancas e serem maiores de 18 anos.

A outra oficina a ser ofertada durante o FestLuso é “Reiniciar o corpo”, a ser ministrada pelo professor, ator e performer Zé Reis, nos dias 22, 23 e 24, de 15 às 18 horas, na Galeria do Club dos Diários. Finalizando essa parte de conhecimentos artísticos da programação, o festival traz a Roda de Conversa, com o tema “Processo Criativo CorpoCatimbó”, no dia 26, de 16 às 18 horas, na Escola Técnica Estadual de Teatro Prof. José Gomes Campos.

Os interessados podem participar após se inscreverem online no link @festlusoficial nas páginas do evento no Instagram e no Facebook. Os participantes deverão apresentar cartão de vacinação com duas doses contra a Covid-19, uso obrigatório de máscara facial e de álcool em gel.

O evento tem realização do Grupo Harém de Teatro, de Teresina. Patrocínio do Governo do Estado do Piauí – SIEC / Equatorial Piauí; apoio República Portuguesa – Cultura e Dg’Artes; produção: Navilouca Produções e realização: Grupo Harém de Teatro.

Fonte: Ascom
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp