Sexta, 24 de maio de 2019
(86) 99915-1055
redacao@portalr10.com
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Política - Entrevista

Postada em 12/05/2018 ás 14h11 - atualizada em 14/05/2018 ás 07h49

Publicada por: Bruna Dias

Wellington Dias acena para aliança do PT com Ciro Gomes: 'É do nosso campo'
O governador não descartou aliança do PT com Ciro, pré-candidato à presidência.
Wellington Dias acena para aliança do PT com Ciro Gomes: 'É do nosso campo'

Foto: Kleyton Amorim/UOL

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), um dos principais interlocutores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) antes de ele ser preso, falou em entrevista ao UOL sobre uma possível aliança do PT com Ciro Gomes, pré-candidato à presidência.

Dias rebateu a ideia de que uma aliança do PT com Ciro Gomes (PDT) esteja "100% descartada", como disse o pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PT, Luiz Marinho. "O Ciro Gomes é do nosso campo e por essa razão é um nome a ser tratado", afirmou o governador.

Apesar de acenar para uma eventual aliança com Ciro Gomes, Dias afirma que a estratégia de manter o nome de Lula como pré-candidato do partido à Presidência está correta e que tirá-lo da disputa nesse momento seria uma "traição".

"Apesar de acenar para uma eventual aliança com Ciro Gomes, Dias afirma que a estratégia de manter o nome de Lula como pré-candidato do partido à Presidência está correta e que tirá-lo da disputa nesse momento seria uma "traição", disse Wellington.

Questionado se acha que é possível que a esquerda tenha um candidato único já no primeiro turno, Dias respondeu: Nós vamos, por volta de junho ou julho, nos sentar e tomar uma decisão. Certamente, a primeira pessoa, do ponto de vista do PT, que será ouvida para dar a palavra final é o ex-presidente Lula. Mas vamos manter um diálogo. Mesmo com ele candidato a presidente, a estratégia que estava trabalhada era que o Ciro Gomes pudesse ser candidato, a Manuela, o Boulos, a Luciana Genro, sei lá... qualquer um pudesse ser candidato. Isso porque a meta era levar a eleição  para o segundo turno. Ou, se a eleição tomar outra dimensão, alguém ganhar no primeiro turno, que seja do nosso campo. Vamos pensar no Brasil antes de tomar essa decisão".

Sobre a aliança com Ciro Gomes, o governador esclareceu: "Se ocorrer a cassação do registro de candidatura [de Lula], vamos ter que ter uma alternativa. O nome que a gente tem dos que já foram citados é o nome do Fernando Haddad. Em tese, ou o ex-prefeito e ex-ministro Fernando Haddad ou Em tese, ou o ex-prefeito e ex-ministro Fernando Haddad ou um outro nome, o partido tem alternativas.E eu reconheço o ex-ministro Ciro Gomes como do nosso campo, um líder que tem a maior preferência de votos, um líder que tem preparo, foi governador e foi ministro. Convivi com ele nessa condição de ser um bom executivo, tem um bom programa de alternativas e saídas para o Brasil".

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Batalha Por Naldo Voz

Idoso sofre acidente de moto na ladeira do aposento em Batalha

Alto Longá Por R. Bezerra

Prefeitura e Sec. de Agricultura de Alto Longá realiza feira Agropecuária

Oeiras Por Thainah Cortez

Exposição de ovinos e caprinos de raça reúne criadores de seis estados

São João dos Patos - MA Por Cleyton Luis

Dia 04 de julho tem show de abertura das férias em São João dos Patos-Ma

Picos Por Jucelma Sales

Saúde nos bairros será em Fátima do Piauí, neste sábado (25)

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium