Domingo, 23 de Janeiro de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

32°

24° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Utilidade Pública
R10 Utilidade Pública
Tudo sobre utilidade pública.
Brasil Brasil
18/11/2021 10h36
Por: Bruna Dias

Bolsonaro nega ter visto questões, após dizer que Enem está com a cara do governo

Em meio à polêmica sobre o Enem 2021 (Exame Nacional do Ensino Médio), o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (17), em meio a sua viagem ao Catar, que não viu as questões da prova. No entanto, na última segunda-feira (15), ele declarou que as perguntas do exame começavam a ter a "cara do governo".

Os comentários ocorrem na semana seguinte a pedidos de demissão em massa de servidores do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pelo Enem. Os profissionais afirmam que sofreram pressões psicológicas e vigilância velada durante a formulação da prova deste ano. O objetivo, segundo eles, seria que questões com temas que incomodam o governo Bolsonaro não fossem abordadas no exame. No total, 37 servidores entregaram seus cargos.

Foto: André Coelho/Bloomberg via Getty Images
Foto: André Coelho/Bloomberg via Getty Images

Dorinha Rezende (DEM-TO), presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, disse que o colegiado vai convocar o ministro da Educação, Milton Ribeiro, para prestar esclarecimentos.

Continua depois da publicidade

O presidente falou sobre o assunto com jornalistas após um passeio de moto em Doha, capital do Catar. Bolsonaro visitou o estádio de futebol Lusail. O Catar vai sediar a Copa do Mundo de 2022.

O presidente aproveitou para voltar a atacar o Enem, da mesma forma que fazia durante sua campanha eleitoral. Para ele, a prova tinha "questões esquisitas" e de "ativismo comportamental".

"Olha o padrão do Enem do Brasil. Pelo amor de Deus! Aquilo mede algum conhecimento, ou é ativismo político? Ou é ativismo também na questão comportamental. Não precisa disso", opinou Bolsonaro, sem explicar o que queria dizer com “questão comportamental” ou quais questões estariam em desacordo com suas opiniões pessoais.

Fonte: Yahoo
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp