Quarta, 22 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

28°

23° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
Cidades Maranhão
17/10/2017 11h19 Atualizada há 4 anos
Por: Bruna Sampaio

Justiça condena homem flagrado agredindo a mãe idosa a 10 anos de prisão

Roberto Elísio flagrado em uma série de vídeos agredindo a sua própria mãe de 84 anos, foi condenado a 10 anos de reclusão pelos crimes de tortura, apropriação indébita e por retardar a assistência à saúde da vítima. Em todos eles a juíza da 8ª Vara Criminal de São Luís, aumentou a pena por se tratar de crime de tortura contra idoso e pela continuidade delitiva.

Roberto também terá que pagar R$ 2 milhões como efeito da condenação pelos danos causados à vítima. A pena deverá ser cumprida em regime fechado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde o acusado já está preso provisoriamente desde maio deste ano.

(Foto: G1)
(Foto: G1)

A juíza não aceitou a defesa do Roberto, que alegava problemas com alcoolismo, esquizofrenia e atipicidade, e também discordou do laudo pericial apresentado pelo denunciado, de que o réu, antes de ser preso, deveria ser internado em clínica particular por 90 dias.

Continua depois da publicidade

Relembre o caso

Em maio deste ano, Roberto Elísio foi preso em uma residência no município de Raposa, em São Luís, depois que os vídeos que mostram ele agredindo a mãe viralizaram nas redes sociais. Os vídeos foram gravados pela ex-mulher dele.

Uma semana antes, o filho de Roberto havia registrado um boletim de ocorrência relatando que o pai já agredia a avó no passado. Segundo ele, o pai sempre teve um comportamento agressivo.

No dia 26 de maio de 2017 a juíza Oriana Gomes decretou a prisão preventiva de acusado e determinou medidas protetivas em benefício da vítima. Após a prisão várias audiências de custódia foram realizadas até a condenação de Roberto.

Fonte: G1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp