Sexta, 21 de Janeiro de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

29°

23° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Curiosidades
Curiosidades
Coluna de notícias curiosas.
Geral Geral
09/12/2021 10h59 Atualizada há 1 mês
Por: Bruna Dias

Todo trabalhador brasileiro tem direito a 5 adicionais no seu salário; veja quais

Férias, FGTS, 13º e hora do almoço são direitos dos trabalhadores com carteira assinada. Pelo menos é o que a maioria dos profissionais brasileiros acredita. No entanto, na verdade, existem vários direitos e obrigações que os trabalhadores têm no Brasil. Se você não sabe mais direitos para aqueles que já foram expostos antes, fique de olho na lista.

Adicional

 Freepik
Freepik

Em primeiro lugar, deve-se notar que os direitos aqui estabelecidos são adicionais. Ou seja, são ganhos de renda adicional que o trabalhador tem direito a receber. Isso ocorre em condições específicas previstas em lei.

Confira adicional que todo trabalhador tem direito:

1 - Horas extras

Este adicional não é exatamente visto como um direito garantido, embora seja exatamente isso. Por lei, o trabalhador que exceder sua jornada normal de trabalho tem direito a receber por ela. Nesse caso, o empregador precisa aumentar pelo menos 50% da hora trabalhada. Fora isso, o empregado não tem obrigação de trabalhar horas extras se não houver acordo formalizando-o.

2 - Transferência adicional

O trabalhador pode ser transferido do local de trabalho desde que seja pago corretamente. A empresa ou empregador precisa adicionar 25% do salário em casos de transferências. Isso ocorre apenas em casos de transferência temporária.

3 - Adicional noturno

O trabalho realizado entre 22h e .m dia e 5h da .m. no dia seguinte deve receber a noite adicional. O valor corresponde a 20% a mais na última hora trabalhada. Fora isso, o tempo trabalhado à noite é menor e corresponde a 52 minutos e 30 segundos.

4 - Adicional Insalubre

Trata-se de um aumento salarial pago aos trabalhadores expostos a um ambiente de trabalho prejudicial (insalubre). Ambientes com forte ruído, exposição a produtos tóxicos, risco biológico e outros são exemplos. O percentual varia entre 10% e 40% do salário mínimo ou piso salarial.

5 - Periculosidade adicional

O trabalhador tem direito a 30% a mais do salário em caso de atividade perigosa. Na verdade, esse perigo deve ser algo que comprometa a vida do cidadão.

Fonte: redebrasilnews
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp