Quarta, 19 de Janeiro de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

22° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Polícia Teresina
16/05/2018 07h53 Atualizada há 4 anos
Por: Bruna Dias

Polícia acredita que morte brutal de Aretha foi premeditada

A mulher encontrada morta nessa terça-feira (15), na avenida Maranhão em Teresina, foi identificada como Aretha Dantas, de 32 anos. Ela trabalhava como cabelereira. O principal suspeito de cometer o crime brutal é o ex-namorado da vítima, que está foragido.

Familiares relataram que o ex-namorado não aceitava o fim do relacionamento. Aretha sofreu pelo menos 20 perfurações. A polícia investiga se ela foi atropelada ainda com vida.

Aretha (Foto: reprodução/facebook)
Aretha (Foto: reprodução/facebook)

"Todas as circuntâncias estão sendo apuradas. Vamos apurar se quando ela foi atropelada ainda estava com vida, se havia reações vitais no corpo. Nós queremos saber se houve crueldade, se foi imposto sofrimento a ela durante o ato criminoso", explicou o delegado Barêtta. 

De acordo com o delegado, o autor do crime planejou o assassinato de Aretha. "Todo crime de homicídio doloso contra a vida ele tem uma motivação, seja ela a menor possível, porque tem uma coisa chamada racionalidade humana e num milésimo de segundo, ele pensa e imagina o que vai fazer e esse crime não foi diferente", explicou.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp