Sábado, 25 de Junho de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

27°

21° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Sem foto
Cristina Redação
Cidades Educação
21/12/2021 16h44
Por: Marina Sousa

Produtores assinam contrato para fornecimento de produtos para merenda escolar

O novo modelo de gestão da alimentação escolar começa a ser desenhado pela Prefeitura de Campo Maior. Na manhã desta segunda-feira (20), um ato no auditório da Secretaria Municipal de Educação, formalizou a assinatura de 28 contratos que vão garantir frutas e hortaliças na merenda dos alunos das escolas públicas de Campo Maior.

A secretária de Educação, Maria José Félix destacou que a assinatura dos contratos mostra o respeito e compromisso do município com o produtor rural. “O compromisso nesta manhã é com os estudantes, que terão garantido no prato uma refeição de qualidade . Nossas crianças e jovens terão refeição digna, como eles merecem”, falou.

Produtores assinam contrato para fornecimento de produtos para merenda escolar

Para o prefeito Joãozinho Félix, a assinatura dos contratos vai beneficiar dezenas de famílias, através da geração de renda, além de incentivar a agriculta familiar. “Um fomento à cadeia produtiva, à geração de emprego e renda, em um momento tão delicado e necessário. Um grande benefício para a agricultura familiar e para a merenda dos alunos”, destacou.

Continua depois da publicidade

Os investimentos para a aquisição de frutas, legumes e verduras são oriundos do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar, que tem com objetivo contribuir para o desenvolvimento da aprendizagem e melhoramento do rendimento escolar dos alunos, assim como a formação de hábitos alimentares saudáveis.

A Prefeitura de Campo Maior fará a primeira compra dos alimentos ainda este mês e durante todo o ano de 2022. Os itens serão produzidos diretamente pelos agricultores do município, que, além de contribuir com alimentação saudável, terão rendimento financeiro para custear produção e ainda obter lucros com as vendas.

Ainda segundo a secretária de Educação, hábitos saudáveis devem se refletir, inclusive, na formação dos estudantes. “Se antes os estudantes se alimentavam com enlatados, cheios de conservantes e comidas processadas, hoje é possível ver no prato delas frutas, hortaliças, verduras, dentre outros produtos saudáveis, inclusive regionais, fazendo com que eles tenham mais qualidade de vida e mais facilidade de aprendizado”, explicou.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp