Quarta, 21 de novembro de 2018
(86) 99915-1055
Desk Propaganda
Esportes - Futebol

Postada em 17/05/2018 ás 09h19

Publicada por: Redação

Chapecoense vence Atlético-MG e vai às quartas da Copa do Brasil
Foram poucas tentativas do Atlético, sempre em chutes de longe, sem muito perigo.
Chapecoense vence Atlético-MG e vai às quartas da Copa do Brasil

Foto: Sirli Freitas | Chapecoense

O Atlético-MG jogou mal diante da Chapecoense, nesta quarta-feira (15), na Arena Condá, em Chapecó, e está fora da Copa do Brasil. O jogo terminou empatado por 0 a 0, assim como tinha acontecido no duelo de ida, em Belo Horizonte, e a equipe mineira foi eliminada na disputa por pênaltis.

Com isso, o Atlético-MG fica sem o prêmio de R$ 3 milhões, pago para quem chega às quartas de final do torneio. A Chapecoense, por sua vez, espera seu adversário das quartas de final, que será definido por sorteio.

Na decisão por pênaltis, os dois atacantes titulares do Atlético-MG erraram. Ricardo Oliveira parou em Jandrei, e Róger Guedes mandou para fora. Victor ainda tentou evitar a eliminação, defendendo a cobrança de Bruno Pacheco e quase pegando o chute de Rafael Thyere, mas a bola bateu na trave e entrou após o goleiro atleticano espalmar. No fim, a Chapecoense venceu por 4 a 3.

Segundo o Esporte ao Minuto, entre os destaques da partida, o goleiro Jandrei, da Chapecoense, não teve muito trabalho durante os 90 minutos. Foram poucas tentativas do Atlético, sempre em chutes de longe, sem muito perigo. Mas ele brilhou quando precisou, na decisão por pênaltis. O arqueiro da Chape defendeu a cobrança de Ricardo Oliveira, a primeira da série.

Com a titularidade ameaçada após o crescimento de produção de Cazares, Otero foi mantido no time por Thiago Larghi e mais uma vez não foi bem. Se contra o Atlético-PR, pelo Brasileirão, o venezuelano foi substituído durante o primeiro tempo, contra a Chapecoense ele ficou em campo alguns minutos a mais. Pior jogador do time na etapa inicial, o camisa 11 saiu no começo do segundo tempo.

Uma das características do Atlético-MG desde que Thiago Larghi assumiu o comando técnico do time é a qualidade na saída de bola. Mesmo em situações de pressão a equipe consegue tocar a bola na defesa até chegar no campo de ataque. Porém, a Chapecoense conseguiu tirar esse ponto forte do time alvinegro, que teve de apelar para chutões e errou bastante. A dificuldade na saída de jogo fez com que a bola pouco chegasse com qualidade nos homens da frente.

Do outro lado, com uma equipe inferior tecnicamente, a Chapecoense não deixou o Atlético jogar. O time catarinense marcou muito forte, já na saída de bola, evitando que o Galo iniciasse seu jogo no campo defensivo. Abusando da força e da velocidade de seus jogadores, foi a Chapecoense quem criou as melhores oportunidades.

Se no primeiro tempo o jogo foi mais travado, tendo a Chapecoense a grande chance dos primeiros 45 minutos, a etapa final foi de muita tensão para os atleticanos. A dificuldade para fazer o jogo de toque de bola, desde a defesa, fez com que o Atlético se desorganizasse em campo. A Chape bem que tentou aproveitar o momento de instabilidade e criou algumas boas chances, mas acabou pecando nas finalizações. No fim, mais um 0 a 0 levou a disputa da vaga para os pênaltis.

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Amarante-PI Por Diogo Costa

Ciro Nogueira recebe os prefeitos Diego Teixeira e Júnior Bill em Brasília

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Prefeitura de Água Branca inicia construção de praça no bairro Mutirão

São Gonçalo do Piauí Por Francisco Myller

Conheça as atrações da primeira prévia do Rockentura

Lagoinha do Piauí Por Mysael Santana

Prefeito Dr. Alcione Barbosa inaugura cabine de narração do estádio Abidião

Gilbués-PI Por Henrique Guerra

Vem aí Festejo da comunidade Cabeceira do Rio de 06 a 08 de dezembro 2018

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium