Sexta, 28 de Janeiro de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

22°

22° 30°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Maternidade
R10 Maternidade
Acompanhe as principais notícias sobre Maternidade.
Geral Geral
05/01/2022 10h45
Por: Bruna Dias

Criança vomitando: o que fazer e quando ir ao médico

Na maior parte dos casos, o episódio de vômito na criança não é motivo de grande preocupação, especialmente se não estiver acompanhado de outros sintomas como febre. Isso porque, o vômito normalmente acontece por situações passageiras, como comer algo estragado ou fazer uma viagem de carro, que acabam se resolvendo em pouco tempo.

No entanto, se o vômito for muito persistente, acompanhado de outros sintomas ou se aparecer após a ingestão acidental de algum tipo de medicamento ou substância, é muito importante ir ao hospital, para identificar a causa e iniciar o tratamento mais adequado.

Reprodução
Reprodução

Independente da causa, quando a criança vomita é muito importante ter alguns cuidados, para que não se machuque e consiga recuperar mais facilmente. Esses cuidados incluem:

Continua depois da publicidade

1. Posicionar corretamente

Saber como posicionar a criança para vomitar é um passo simples, mas muito importante, que além de evitar que se machuque, também impede que se engasgue com o vômito.

Para isso deve-se sentar a criança ou pedir que fique de joelhos e, depois, inclinar o tronco ligeiramente para a frente, segurando na testa da criança com uma mão, até que pare de vomitar. Caso a criança esteja deitada, deve-se virá-la de lado até parar de vomitar para evitar que sufoque com o próprio vômito.

2. Garantir a hidratação

Após cada episódio de vômito é necessário garantir uma correta hidratação, já que o vômito elimina muita água que acaba não sendo absorvida. Para isso, pode-se oferecer soluções de reidratação compradas na farmácia ou fazer o soro caseiro. 

3. Estimular a alimentação

Após 2 a 3 horas depois da criança vomitar, ela pode comer alimentos leves e de fácil digestão, como sopa, sucos, mingaus ou canja, por exemplo. Estes alimentos devem ser consumidos em pequenas quantidades para facilitar a digestão.

Porém, alimentos gordurosos como carnes vermelhas e os produtos lácteos devem ser evitados, pois são mais difíceis de digerir. 

O que fazer quando o bebê vomita

Quando o bebê vomita é importante não insistir na mamada e, na refeição seguinte, deve-se dar de mamar ou a mamadeira como normalmente. Além disso, durante períodos de vômito, é recomendado deitar o bebê de lado, e não de dorso, para evitar que sufoque, caso vomite.

É ainda importante não confundir a golfada com o vômito, pois na golfada existe uma devolução do leite sem esforço e poucos minutos após a mamada, já no vômito a devolução do leite é repentina, em jato e provoca sofrimento no bebê.

Quando levar a criança ao pronto socorro

É necessário consultar o pediatra ou ir ao pronto-socorro quando além de vômitos a criança ou o bebê tiver:

  • Febre alta, acima de 38ºC;
  • Diarreia frequente;
  • Não conseguir beber ou comer nada ao longo do dia;
  • Sinais de desidratação, como lábios rachados ou pouca quantidade de urina com cor e cheiro forte. 

Além disso, mesmo que a criança ou o bebê vomite sem febre, se os vômitos persistirem por mais de 8 horas, sem que a criança tolere alimentos líquidos, também é recomendado consultar o pediatra ou ir ao pronto-socorro. Também é importante ir ao hospital quando a febre não passa mesmo com medicamentos.

Fonte: Tua Saúde
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp