Terça, 25 de Janeiro de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

33°

24° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Blog do Lucão
Blog do Lucão Fique por dentro de tudo que acontece na região.
Cidades Destaque
13/01/2022 10h07 Atualizada há 2 semanas
Por: Blog do Lucão

Nível do Rio Tocantins atinge marca histórica e alaga bairros de Imperatriz

Em Imperatriz, uma das cidades mais afetadas pelas enchentes, até essa quarta-feira (12), já havia 279 famílias desabrigadas ou desalojadas, o que corresponde a cerca de 977 pessoas atingidas diretamente.

O nível do Rio Tocantins atingiu nesta quinta-feira (13), a marca de 10,60 metros acima do normal. Um aumento de 30 centímetros de ontem (12) para hoje. Esse aumento também ocorre devido a vazão de água da hidroelétrica de Estreito.

Na imagem área do bairro da Caema, alagada da noite de ontem para hoje.
Na imagem área do bairro da Caema, alagada da noite de ontem para hoje.

Ontem, o Comitê Estadual de Gestão de Crise, emitiu uma nota informando um aumento considerável da vazão de água da hidroelétrica de Estreito – CESTE, que começou às 13h da quarta-feira. A nota diz ainda, que o aumento da vazão poderia afetar os bairros ribeirinhos já atingidos pelo o aumento da água, como: Colina Park, Leandra, Caema, Porto da Balsa e Beira Rio.

“O Comitê Estadual de Gestão de Crise, vem a público informar, segundo dados do 3º BBM, sobre o aumento considerável da vazão de água da hidroelétrica de Estreito – CESTE, que ocorre desde às 13 horas desta quarta-feira, dia 12, e vão afetar nas próximas horas a cidade de Imperatriz, mais precisamente bairros ribeirinhos já afetados com o aumento de água, que são: Colina Park, Leandra, Caema, Porto da Balsa e Beira Rio.

O Comitê informa que trabalha diuturnamente com a atenção a desabrigados e retirada de famílias dos locais afetados através do Corpo de Bombeiros do Maranhão, auxiliados por uma estrutura de barcos e veículos, e ainda, a participação da Defesa Civil e do Exército Brasileiro.

O volume de água tende a chegar nas próximas horas na cidade, portanto, esperamos a compreensão de todos para a saída das famílias de suas residências que estão com águas na porta, que possivelmente devem subir o volume tornando impossível a permanências nesses locais.”

O número de famílias desabrigada por conta da enchente também aumentou nas últimas horas. De acordo com a Defesa Civil subiu para 279 o número de famílias desabrigadas e desalojadas no munícipio.

PUBLICIDADE:

Fonte: Imperatriz Online
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp