Segunda, 23 de Maio de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

23° 31°

Teresina - PI

Últimas notícias
Curiosidades
Curiosidades
Coluna de notícias curiosas.
Geral Comovente
27/01/2022 11h07
Por: Bruna Dias

Rinoceronte que chorou ao ter chifres arrancados é devolvido à natureza

Um rinoceronte foi devolvido à natureza na terça-feira (25/1) seis anos após imagens comoventes o mostrarém com lágrimas escorrendo pela face após o ataque de caçadores, que arrancaram os chifres do animal, quando tinha apenas 4 anos.

Imagens tocantes mostram Sehawukele (que significa "Deus, tenha piedade de nós", na na língua local), um rinoceronte-branco-do-sul de 2 toneladas, sendo treinado na segunda-feira para que voltasse a se aclimatar com o seu hábitat, depois de seis anos de cativeiro. O local é mantido em sigilo para a sua proteção, relatou o "Guardian".

Foto: Reprodução/Simon Needham/@human.kind
Foto: Reprodução/Simon Needham/@human.kind

Mesmo após várias cirurgias, as cavidades sinusais de Seha (como ele é mais conhecido) ainda estão expostas, criando um risco de infecção. Mas os conservacionistas optaram por devolvê-lo à natureza, na esperança de que ele acasale e ajude a aumentar a população da espécie, cada vez menor.

Continua depois da publicidade

Os chifres (e parte do seu crânio) de Sehawukele foram brutalmente cortados por caçadores na África do Sul em 2016. O grupo deixou o rinoceronte para morrer, pois ele "não valia uma bala para abater". Os danos foram tão severos que Seha não podia engolir qualquer alimento.

Duas semanas depois, o animal foi achado por uma patrulha ambiental, que acionou o Saving the Survivors.

Depois de se mudar para a Reserva de Caça de Marataba, na África do Sul, Seha passou por 30 operações e se recuperou com a ajuda de três organizações e centenas de doadores.

Celebridades como o ator Ricky Gervais e a jornalista Lorraine Kelly foram ao Twitter para compartilhar a foto do rinoceronte chorando quando se tornou viral no ano passado.

"Devastador. Eu passo de querer chorar para querer bater no (...) que fez isso", postou Gervais na rede social.

As imagens perturbadoras foram feitas pelo diretor e fotógrafo britânico Simon Needham, de 55 anos.

"Quando ouvi falar de Saving the Survivors na comunidade e depois de ouvir o que eles fazem, ofereci meu tempo para fotografar o rinoceronte para ajudar a promover a necessidade de arrecadar dinheiro para ele", disse Simon, de acordo com o "Metro".

Caçadores mataram pelo menos 249 rinocerontes na África do Sul durante os primeiros seis meses de 2021 – 83 a mais do que no primeiro semestre de 2020. Os números do ano inteiro ainda não estão disponíveis, mas 24 foram mortos em apenas duas semanas de dezembro.

Ao contrário das presas de elefantes, os chifres dos rinocerontes voltam a crescer em até dois anos após a remoção. Mas os caçadores ilegais costumam matar os animais antes de remover os chifres.

Seha de volta à natureza na África do Sul

Seha tratado pela Saving The Survivors em 2016

Fonte: Extra
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp