Terça, 11 de dezembro de 2018
(86) 99915-1055
Desk Propaganda
[email protected]
89 994399702
Floriano

Floriano

Ilizianny de Carvalho Correspondente do município.

[email protected]

89 994399702

Cidades - Floriano

Postada em 25/05/2018 ás 08h31

Publicada por: Ilizianny de Carvalho

Prefeitura prorroga prazo para os vendedores ambulantes desocuparem espaços públicos
Os profissionais podem ser transferidos para o Mercado Público Central ou ainda para o Complexo do Cruzeiro.
Prefeitura prorroga prazo para os vendedores ambulantes desocuparem espaços públicos

A Prefeitura Municipal de Floriano, através, das Secretarias de Infraestrutura e de Turismo e Desenvolvimento Econômico, tem realizado trabalhos que contribuem com a revitalização do Centro de Floriano e para melhoria da mobilidade urbana. Nesta quinta-feira (24), foi realizada mais uma reunião com os vendedores ambulantes das ruas Getúlio Vargas e João Luís Ferreira, buscando o diálogo acerca da realocação. Os secretários das pastas, Marcony Alisson e Jaqueline Monteiro, ao lado do secretário de Desenvolvimento Rural, Assis Carvalho, ouviram os vendedores ambulantes e apresentaram mais uma vez a proposta e os benefícios da ação. Atendendo ao pedido destes empreendedores, a Prefeitura prorrogou o prazo para desocupação das vias públicas, utilizadas de modo irregular, para o dia 01 de junho de 2018.

Os profissionais podem ser transferidos para o Mercado Público Central ou ainda para o Complexo do Cruzeiro. O trabalho que visa contribuir com comerciantes, vendedores ambulantes e a comunidade como um todo, tem sido realizado paulatinamente e tem ainda como objetivo garantir aos vendedores ambulantes, mais segurança no desenvolvimento dos seus trabalhos, bem como assegurar direitos básicos necessários à sua profissão, que só podem ocorrer, mediante legalização de seus pontos de trabalho.

As ruas Getúlio Vargas e João Luís Ferreira, bem como outros pontos da cidade, não oferecem aos profissionais ambulantes as melhores condições para desenvolver seus trabalhos e potencializar seus negócios. Ocupadas de modo ilegal, os “pontos” utilizados não possuem amparo jurídico, portanto, a medida de realocação dos profissionais para espaços adequados é a conquista de um espaço com suporte necessário para o desenvolvimento de seus trabalhos, sendo também mecanismo de facilitação para locomoção dos pedestres, que se utilizam das calçadas para terem mais segurança ao transitar pelas ruas da cidade.

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista ADV
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium