Sábado, 25 de Junho de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

27°

22° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Utilidade Pública
R10 Utilidade Pública
Tudo sobre utilidade pública.
Teresina Protesto
23/03/2022 07h59 Atualizada há 3 meses
Por: Bruna Dias

Ato em defesa da educação, transporte e moradia é realizado em Teresina

Professores da rede estadual, municipal e federal participam, nesta quarta-feira (23), de um ato unificado na Praça do Fripisa, centro de Teresina, a partir das 8h. 

A mobilização ocorre em defesa de transporte público que atenda dignamente à população, valorização das trabalhadoras e trabalhadores da educação, e moradias com decência para a população carente, que têm sido vítimas das fortes chuvas que acometem o estado do Piauí.

Foto: R10
Foto: R10

"É necessário uma reação fervorosa, combativa e unificada entre todos os setores, servidores, trabalhadores autônomos e em situação de desemprego. Não iremos mais aceitar que nossos direitos sejam solapados por interesses políticos e antidemocráticos", diz a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí - ADUFPI em nota.

Continua depois da publicidade

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintreto), Antônio Cardoso, também participa da mobilização, e falou sobre a greve dos trabalhadores do transporte público. "Uma coisa que a gente tem cobrado muito dessa gestão é o que tem prometido no início das campanhas eleitorais, pediram 100 dias para resolver o problema do transporte coletivo, se arrastou por seis meses e já estamos há um ano e quase quatro meses, e nenhuma solução foi tomada por parte do prefeito, na gestão dele o transporte colapsou total", disse. 

Greves

Professores da rede estadual e municipal estão em greve. Eles exigem um reajuste linear de 33% no piso salarial para toda a categoria. Já os docentes da UFPI ameaçam entrar em greve. Eles reivindicam a recomposição salarial de 19,99% que, segundo a categoria, a última ocorreu em 2015 sem atualização das perdas salariais.

Na segunda-feira (21), Teresina amanheceu sem ônibus mais uma vez, após motoristas e cobradores iniciarem uma nova greve no sistema de transporte público por tempo indeterminado. A categoria continua reivindicando que os empresários assinem a convenção coletiva, que está há três anos sem ser firmada, com reposição salarial e o retorno de benefícios como o plano de saúde e tíquete de alimentação.

Ainda na segunda-feira, a desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Liana Chaib, determinou 80% da frota de ônibus circule nos horários de pico durante a greve.

Hoje, durante manifestação, o presidente do Sintetro disse que "todos os motoristas estão em greve. A gente ordem da desembargadora que teria que rodar 80% com multa diária ao sindicato, mas a gente não pode obrigar o trabalhador a ir trabalhar sem receber". 

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp