Terça, 28 de Junho de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

26°

19° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Curiosidades
Curiosidades
Coluna de notícias curiosas.
Piauí Curiosidades
03/05/2022 08h39 Atualizada há 2 meses
Por: Carol Sousa

Leitão nasce com duas cabeças em cidade do Piauí

Na última sexta-feira (27) ocorreu um caso raro na cidade de Jatobá do Piauí. Uma porca deu à luz a 08 leitões, sendo que dois deles, nasceram grudados em um corpo só. 

Segundo o proprietário dos animais, Raimundo Gonçalo de Oliveira, ambos nasceram, com as cabeças posicionadas nas extremidades em um único corpo. Os animais não resistiram as condições e faleceram horas após o nascimento.

Reprodução
Reprodução

O que causa esta anomalia?

Continua depois da publicidade

Para entender melhor a anomalia, o Dr. Rafael Humberto de Carvalho, professor de Suinocultura e Avicultura na Universidade Estadual de Londrina e na Unifil, em entrevista para o portal RICMAIS explica que a principal causa é de origem genética. Entretanto, é necessário realizar exames no animal para entendimento do funcionamento dos órgãos e saber como estão ligados. 

“O problema teratológico desenvolvido acontece por inúmeros fatores durante a fecundação e gestação da matriz suína. Nesses fatores podemos incluir consanguinidade genética entre os pais (pai e mãe da mesma família), fármacos, fatores ambientais entre o outros. No caso de dois leitões juntos, apenas unidos pelo tecido tegumentar, a anomalia provavelmente é associada a alterações cromossômicas pós fecundação. Já no caso de apenas duas cabeças e corpo único, a causa pode ser ambiental e desenvolvida no terço inicial de gestação da porca “, Dr. Rafael Humberto de Carvalho detalha.

O especialista elucida que, nesses casos, as chances de sobrevivência são baixas. Tendo um corpo com duas cabeças, dificilmente o leitão sobreviverá devido ao mal funcionamento do organismo. Em uma situação em que dois corpos estão interligados, assim como “gêmeos siameses”, seria necessário um procedimento cirúrgico para separação, algo que também é difícil de ser realizado.

Fonte: Em foco
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp